Cúpula dos Povos: Elas tentaram!

Maria Camila Florêncio*

Após Fórum das Chefes de Estado na tarde do dia 21 de junho, a ex-presidente do Chile e atual secretária-executiva da ONU, Mulheres Michelle Bachelet, e a Ministra da Secretaria Especial de Política para as Mulheres (SEPM), Eleonora Menicucci, participaram de uma roda de conversa com representantes dos movimentos de mulheres no Conselho Estadual de Direitos das Mulheres (CEDIM) do Rio de Janeiro.

Na pauta, além de apresentar às mulheres as atuais prioridades da ONU Mulheres (Mulher e Poder, Enfrentamento à Violência e Paz e Seguridade), Michelle Bachelet e Eleonora Menicucci reafirmaram o compromisso de seus órgãos com os direitos reprodutivos e ressaltaram as dificuldades nas negociações do documento final da conferência que teria retirado o conceito, que para os movimentos de mulheres significa um retrocesso.

“A posição do governo é clara! O parágrafo 16 fala sobre o cumprimento e implementação das conferências dos anos 90 [Cairo, 1994; Beijing 1995]. (…) O acordo que o governo brasileiro cedeu na retirada de direitos sexuais e reprodutivos, foi retirada enquanto conceito, mas não enquanto compromisso. (…) Uma negociação da ONU não é como uma negociação que a maioria de vocês estiveram. Não é fácil. O mundo está vivendo ondas de conservadorismo e grande maioria que assinou Cairo não implementou”, disse Eleonora.

*É integrante da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores – RENAJOC e recebe apoio do UNFPA para o evento.

Gutierrez de Jesus Silva

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *