Criança comunicadora reflete sobre como era o trabalho infantil antigamente

“Meu avô, quando criança, foi vítima de trabalho infantil. Ele não teve tempo de estudar, só frequentou a escola até a 5ª série. Desde pequeno ele trabalha, mas hoje em dia sabe ler e escrever. Mas ele podia ter começado a trabalhar mais tarde, quando tivesse mais idade.

Ele também não foi o único a ser vítima do trabalho infantil, várias outras pessoas também sofrem desse problema.

Na minha opinião, o trabalho infantil deveria acabar, pois as crianças não foram feitas para trabalhar. Elas foram feitas para brincar e estudar. Por isso, estamos aqui para acabar com o trabalho infantil, pois ele nunca deveria ter acontecido.”

***

Esse relato foi escrito por Ana Maria Brandão, de 10 anos, do município de Aranaú (CE), após formação em Comunicação, Direitos e Linguagens ministrada pela Viração, na cidade de Acaraú, também no CE, como preparação para a cobertura do lançamento da campanha É da Nossa Conta, no município.

Fique por dentro das notícias exclusivas feitas por jovens de todo o Brasil. Clique para seguir-nos no Twitter (@viracao) e no Facebook.

Jornalista, professor e educomunicador. Responsável pelos conteúdos da Agência Jovem de Notícias e Revista Viração.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *