Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/agenciajovem/public_html/wp/wp-includes/class-wp-post-type.php on line 526
Mudança climática: uma abordagem integral – Agência Jovem de Notícias

Mudança climática: uma abordagem integral

Por Matteo Poda
Traduzido por Daniele Savietto 

Na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24), as pessoas discutem as políticas a serem promovidas para enfrentar a mudança climática, que é um fato científico aceito por quase todos os atores internacionais. Mas, todas as mudanças devem ser baseadas em um terreno sólido, ou seja, a vontade de mudar. Infelizmente, a sociedade civil não demonstrou isso em todo o mundo, já que algumas comunidades nacionais elegeram representantes e partidos preferidos que explicitamente se recusam a enfrentar a ameaça ambiental que estamos sofrendo.

Portanto, parece legítimo questionar se essa ameaça tem origem política ou social. Mesmo que não esteja no centro das atenções, esse problema assombra as mentes daqueles que se reuniram em Katowice a ponto de ser mencionado às vezes durante os eventos oficiais. A este respeito, um evento paralelo foi organizado para ilustrar como as questões sociais estão interligadas com as questões ambientais. Uma grande variedade de participantes esteve no encontro “Construindo um espírito de solidariedade para superar a crise”: representantes da Igreja Cristã, do IPCC, da UNFCCC e de associações espirituais e organizações que lutam pelos direitos humanos.

Bernardino Auza, delegado do Vaticano na ONU, lembrou a Encíclica “Laudato Sii” do Papa Francisco e pediu uma ecologia integral: se o ser humano é parte da natureza, a crise ambiental pode ser separada da social? De acordo com essa linha de pensamento, é de fato impossível sentir-se responsável pelo meio ambiente sem se sentir responsável pelas outras pessoas. Assim, a sensibilidade ecológica precisa abranger um cuidado particular em relação aos seres humanos e seu senso de solidariedade e comunhão.

Outros palestrantes no evento seguiram a liderança de Auza, referindo-se à necessidade de adotar uma abordagem integral que combine a melhoria em nosso estilo de vida e princípios fundamentais com variações harmoniosas na esfera governamental e política.

No entanto, essas reflexões não são completamente novas. Cinqüenta anos atrás, Erich Fromm escreveu em seu “To Have or to Be?” Que o comportamento implícito no consumismo é a deglutição de todo o mundo ”. Em outras palavras, podemos esperar reduzir o impacto humano sobre o ecossistema e as emissões de gases de efeito estufa sem impedir nosso crescimento econômico?

 

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *