Convite à política

Por: Akhim Nazareth

Quem foi que disse que criança não entende de política? Ela está presente no cotidiano e em diversos momentos da mesma maneira que para os adultos. Os mesmo problemas que afligem jovens, idosos e adultos, muitas vezes estão presentes no dia-a-dia desses seres que estão iniciando sua vida como cidadãos. Por isso mesmo que, no dia 08 de novembro, o Centro Cultural Vergueiro foi palco de uma experiência incrível: a oportunidade de ver e ouvir a o que os pequenos paulistanos têm para falar sobre a educação e a cidade durante o Encontro de Crianças e Adolescentes sobre o Plano de Educação da Cidade de São Paulo.

Apesar de muitas vezes estarem acanhados e retraídos em meio a debates políticos, o Encontro foi uma ótima oportunidade para a garotada falar o que pensam, exprimir suas vontades e anseios, e claro, serem ouvidos. As crianças e os adolescentes soltaram o verbo e deixaram bem claro o modelo de escola e sociedade perfeita, mas sem perder a inocência e energia que eles têm como ninguém.

De forma lúdica e mais livre, as crianças e os adolescentes decidiram o que seria melhor para o futuro deles e de outras gerações, por meio de desenho, música, teatro e debates facilitados pelos jovens da Plataforma dos Centros Urbanos – PCU. Entre todos os desejos, ficou claro que os jovens querem escolas com mais acesso à tecnologia, professores mais abertos e “bem humorados”, acessibilidade, incentivo a meios de transporte alternativos, como a bicicleta, e mais visitas a parques e museus.

Para a cidade, além de desejarem áreas mais verdes e menos poluição, eles manifestaram a necessidade de se melhorar as pessoas. “Em primeiro lugar, pra melhoras a cidade nós precisamos melhorar as pessoas que vivem nela, né?”, defendeu de maneira direta e precisa a pequena Ana Clara, uma das crianças que apresentaram as propostas da garotada para os 100 participantes presentes, representantes de nove escolas da capital paulista. Nesse pique, tomara que eles continuem discutindo política para o resto da vida!

Evelyn Araripe é jornalista e educadora ambiental. Foi educomunicadora na Viração Educomunicação entre 2011 e 2014. Atualmente vive na Alemanha, onde é bolsista do programa German Chancellor Fellowship for tomorrow’s leaders e administra o blog Ela é Quente, que conta as histórias de vida de mulheres que estão ajudando a combater os efeitos das Mudanças Climáticas ao redor do mundo.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *