Contra a exploração sexual de crianças e adolescentes, Rejupe prepara flash mob na Paulista

Ação se baseia em relatório que aponta possível aumento de casos de exploração sexual durante os grandes eventos esportivos 

SÃO PAULO – No próximo dia 14 de maio, terça-feira, a Rede de Adolescentes e Jovens pelo Direito ao Esporte Seguro e Inclusivo (Rejupe-SP) irá realizar na avenida Paulista um flash mob para alertar sobre o risco de aumento dos casos de exploração sexual de crianças e adolescentes durante os megaeventos esportivos.

O flash mob, caracterizado por ser uma rápida manifestação em grupo e coreografado, será feito em dois momentos. No primeiro, os participantes irão representar a expectativa dos brasileiros pela aproximação dos eventos esportivos, enquanto no último ato haverá um alerta sobre a necessidade de denúncia dos casos de exploração sexual infantil.

A ação acontece na semana do Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que é no 18 de maio, e conta com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da Viração Educomunicação.

Como participar

Para participar do flash mob, é preciso aprender a coreografia do vídeo abaixo e comparecer no dia 14, terça-feira, na altura do 1.800 da avenida Paulista, por volta das 15h. Caso tenha alguma roupa que represente uma modalidade esportiva, venha com ela. Se não tiver, a sua presença é muito mais importante nessa luta!

Pesquisa

No ano passado, o estudo “Turismo e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes: um Estudo dos seus Fatores Determinantes” mapeou a relação entre o turismo de lazer e a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil. O documento, produzido pela John Snow Brasil Consultoria, mostrou que em Salvador (uma das cidades pesquisadas por ter alto fluxo de turistas) para cada 372 turistas internacionais, houve aumento de uma denúncia de exploração sexual de crianças. A análise foi feita entre 2008 e 2010.

Por conta da Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas, programados para acontecer no país a partir deste ano, especialistas e ativistas dos direitos humanos alertam para a possibilidade de aumento nos casos de exploração sexual infantil durante o período desses eventos. Em todo o Brasil, o serviço para denúncias, que pode ser feito anonimamente, é o Disque 100.

Sobre a Rejupe

A Rede de Adolescentes e Jovens pelo Direito ao Esporte seguro e Inclusivo (Rejupe) é um espaço de participação e integração formado por adolescentes brasileiros com o objetivo de proporcionar a troca de experiências entre adolescentes, jovens e grupos de participação cidadã para consolidar ações de defesa e promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo, para todas as crianças e adolescentes do Brasil, assim como iniciativas que incidam diretamente no planejamento e construção de um legado social positivo para os megaeventos esportivos.

Rafael

Ver +

4 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *