Campanha Faça Bonito oferece alternativas de mobilização para o 18 de Maio

Programe sua ação para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

No próximo dia 18 de maio, o Brasil comemora o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Há 12 anos, a data, instituída no calendário e na legislação nacional, reforça a causa e engaja diversos atores em prol do cuidado e da defesa do direito ao desenvolvimento saudável e protegido de crianças e adolescentes.

Por todo o País, são realizadas ações de divulgação intensa e positiva pelo 18 de Maio. Neste dia, em 1973, uma menina com oito anos de idade teve seus direitos violados e foi assassinada, em um caso de abuso sexual em Vitória, capital do Espírito Santo. O choque e a impunidade dos criminosos levaram à mobilização de mais de 80 entidades públicas e privadas e à sanção, em maio de 2000, da Lei 9.970, pela então deputada federal Rita Camata, fundadora e presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional.

A Childhood Brasil integra o Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e participa da campanha do dia 18 de maio, intitulada de Faça Bonito, um grande movimento que conta com o apoio de todos os setores da sociedade. O fio condutor da campanha é uma flor amarela, símbolo da causa.

Convidamos a todos nossos parceiros a fazer parte da mobilização nacional de enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, divulgando o símbolo do 18 de maio em suas ações de comunicação. No site da campanha Faça Bonito (www.facabonito.com.br), é possível fazer o download de diversos materiais, como camisetas, banners e cartazes para promover ações na sua empresa, comunidade ou escola. É possível utilizar as peças em sites institucionais, blogs ou redes sociais, além de imprimi-las.

Quanto mais a causa for divulgada, maior será a força de mobilização. Violência sexual é um tema delicado e que normalmente acontece de forma velada. Se ninguém falar do assunto, ninguém fica sabendo.

Outras informações podem ser encontradas em www.childhood.org.br/como-agir.

Ver +

6 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *