Artesanatos feitos por meninos de programas socioeducativos são expostos na 9ª Conferência DCA do Piauí

Por Iasmine Larisse da Silva, Claisse Janaina e Cleane Viana, jovens educomunicadoras, de Teresina (PI)

Adolescentes internos de centros socioeducativos de Teresina (PI), participam da 9ª Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente expondo seus trabalhos com artesanatos. Eles desenvolvem reciclagem e tapeçaria para formação e geração de renda.

Os três centros participantes da Conferência são: O CEM – Centro Educacional Masculino, que atende meninos na faixa etária de 13 a 18 anos em situação de privação de liberdade. Verinaldo Lopes, educador social e oficineiro, é quem está representando o centro.

O CEIP – Centro Educacional de Internação Provisória, que atende meninos em situação de privação de liberdade, na faixa etária de 13 a 18 anos. Lá eles ficam até 45 dias sendo atendidos pelo Centro. Durante a permanência dos adolescentes, eles participam de formações de reciclagem de materiais como areia, garrafas de plástico, pedras, sobras de tecidos, entre outros. Socorro Santos é oficineira e participa da Conferência.

No PSL – Programa Semi-liberdade, meninos de 15 a 21 anos em situação de semiliberdade frenquentam o espaço em horários alternados (manhã ou tarde). Já à noite, eles recebem apoio pedagógico. Nas formações durante um mês, eles participam de oficinas de reciclagem e tapeçaria. No espaço eles utilizam uma máquina de tear para produção dos tapetes. É o que conta Vilany Soares, oficineira do programa.

Saiba mais:

O que é 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente?

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *