Agenda de Desenvolvimento Sustentável para 2030

Já parou para pensar em como seria o mundo ideal? Esse mundo sustentável para todos já foi imaginado e chegou a hora de construirmos ações concretas.

Por Amanda da Cruz Costa

Olá galerinha, tudo bombom?

Eu sei que nosso mundo está uma loucura, muitas bad vibes estão rolando, mas quero te convidar a sonhar com um mundo melhor. Você já parou para pensar em como seria o mundo ideal?

Achou o exercício difícil? Espera, vou te ajudar: que tal um mundo fundamentado na paz, onde as pessoas são valorizadas, parcerias são feitas com o objetivo de cuidar do planeta e a prosperidade é uma simples consequência de um sistema justo, colaborativo e harmônico?

Talvez você esteja pensando:

Wowwwwwww, que coisa linda! Será que esse mundo é possível?

Acredite, caro leitor, não é mera utopia! Essas são as diretrizes dos 5Ps da Sustentabilidade, que nasceram com um plano baphônico dos Estados, empresas e sociedade civil para alcançar um desenvolvimento sustentável “sem deixar ninguém para trás.” A discussão ocorreu em setembro de 2015, quando 193 países membros da ONU adotaram uma nova política global: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Através de um documento ambicioso, visionário e ousado, foram adotados 17 Objetivos, 169 metas e 231 indicadores com o principal objetivo de possibilitar um desenvolvimento sustentável para T-O-D-A-S as nações, a partir da adoção de políticas públicas, medidas econômicas e ações sociais que viabilizassem a concretização da Agenda 2030.

Galera, sustentabilidade não se restringe ao pessuhippie, que fala “#Gratidão” ao invés de “obrigado”, frequenta restaurantes veggies e curte abraçar uma árvore. Além da dimensão ambiental, os aspectos social e econômico também estão envolvidos, sendo utilizados a partir da ótica do tripé de desenvolvimento sustentável, com o intuito de construir um mundo socialmente justo, economicamente inclusivo e ambientalmente responsável.

Viiiiiiu que o mundo ideal já foi imaginado? Agora precisamos arregaçar as mangas e construir essa realidade. A agenda é simples, mas os desafios são complexos: todo esse debate engloba questões de alcance sistêmico, como financiamento para o desenvolvimento, transferência de tecnologia, capacitação técnica e comércio internacional.

Dentro desse cenário abstrato, os recursos financeiros e o engajamento social foram caracterizados como as questões mais importantes da Agenda 2030. Para que os ODS sejam implementados com sucesso, é necessário mobilizar recursos nacionais, procurar medidas de financiamento público internacional, engajar a sociedade civil, assegurar a participação assídua do setor empresarial e disponibilizar o fornecimento de dados para que o acompanhamento das metas estabelecidas seja realizado com sucesso.

Querides, bora ser diretes: precisamos urgentemente criar ferramentas e mecanismos que possibilitem o engajamento tanto de crianças, como de jovens e adultos, num trabalho conjunto entre governo, sociedade civil e empresas. Esse rolê é tipo “ninguém solta a mão de ninguém e bora juntes construir um novo mundo.”

Apesar do Brasil passar por momentos de instabilidade política que dificultaram a priorização da agenda, está na hora de tampar o buracão deixado pelo governo federal. Desse modo, grupos organizados da sociedade civil e alguns agentes empresariais são os agentes que estão possibilitando o alcance da Agenda 2030!

Agora eu te pergunto: o que aprendemos com essa situação?

Uma coisa é fato: não podemos ficar parados aguardando a solução! Também é o nosso papel (xòfens lacradores que desejam ser parte da solução) buscar ferramentas criativas para divulgar os ODS, mobilizar atores chaves da sociedade e incidir politicamente nos níveis local, nacional e internacional para assegurar que o acordo seja cumprido.

Bora territorializar essa agenda! Vamos adotar atividades sustentáveis no nosso dia a dia, promover debates (explica para o crush o que são os ODS) e puxar ações arrasadoras para transbordar esse discurso. Somos agentes de transformação e estamos dispostos a construir o mundo dos nossos sonhos! 🙂

Acompanhe a Amanda também pela sua página no Medium e através do perfil do PerifaSustentável no Instagram.

Ver +

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *