Agência Jovem de Notícias nas “Reuniões Anuais” das webtvs francesas

Em Marselha, de 1 a 5 de junho, acontecerá o encontro anual da “web télé” francesa, as web TVs que fazem parte da Federação Audiovisual Participativa. Uma delegação da Agência Jovem de Notícias também participará do evento, para falar sobre o jornalismo participativo.

Por Mariana Malpaga, da Agenzia di Stampa Giovanile | Tradução: Monise Berno, da Agência Jovem de Notícias

Um encontro para dar voz às 35 webtvs francesas que fazem parte da Federação Audiovisual Participativa. De 1 a 5 de junho, em Marselha, uma delegação da Agência Jovem de Notícias participará das “Reuniões Anuais” das televisões francesas na web. O encontro envolverá um distrito diferente de Marselha todos os dias: Belsunce em 1 de junho, Saint Barnabé em 2 de junho, Belle de Mai em 3 de junho, La Plaine em 4 de junho e La Corniche em 5 de junho.

O mapa dos pontos da cidade de Marselha onde terá lugar a reunião da Federação Audiovisual Participativa

A Federação Audiovisual Participativa surgiu no final dos anos 1980 para coletar ‘mídia de proximidade'”, explica Lavinia Lopez, originária de Ventimiglia há oito meses em Marselha, onde trabalha para a Télé Mouche, uma das 35 webtvs filiadas à Federação. “As mídias de proximidade são ferramentas participativas. Isso inclui principalmente as televisões online, que se concentram particularmente na produção de reportagens e documentários. Essas webtvs são participativas, porque utilizam uma metodologia que remete à educação popular francesa: o produto que se faz é feito junto com os moradores do bairro, ou pelo menos com aqueles que fazem parte do contexto representado. A participação também acontece durante a fase de edição: decidimos juntos como exibir o filme”.

São essas mesmas realidades que tratam da educação e da informação midiática, sempre por meio do envolvimento das pessoas na criação de produtos audiovisuais. “A educação para a mídia e a informação – continua Lopez – faz parte do sistema educacional francês. Deveria ser veiculado por jornalistas credenciados, mas a Federação Audiovisual Participativa reivindica o método do ‘fazer juntos’ e defende que todos, pela prática, podem se tornar operadores de mídia”.

A Agência Jovem de Notícias vai realizar um workshop sobre “jornalismo participativo” e como “gerar participação”, especialmente entre os jovens, no mundo da informação na sexta-feira, 3 de junho. A oficina será ministrada por Paulo Lima, jornalista e educador, juntamente com um representante de uma webtv francesa.

“Platôs de rádio” ou painéis de rádio, durante estes dias em Marselha

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *