Agência Jovem de Notícias marca presença no Congresso Internacional de Jornalismo Cultural

Por Alisson Rodrigues e Amanda Martins

“Somente sendo você, você se tornará um cineasta” diz o cineasta Werner Herzog

Nesta terça-feira, 17 de maio, a galera da Agência Jovem de Notícias – AJN marcou presença no 3º Congresso Internacional de Jornalismo Cultural no Sesc Vila Mariana em São Paulo.

Quem abriu o evento foi o cineasta alemão Werner Herzog, que falou de sua carreira no cinema e de seu livro “Caminhando no Gelo”. As palestras e debates vão até sexta-feira e paralelo ao evento acontece atividades culturais e conversa com jornalistas, escritores e artistas.

A AJN conversou com Mirtes Calheiros, diretora do grupo de dança Cia. Artesãos do Corpo, que se apresentou na praça do Sesc Vila Mariana. Confira a conversa:

AJN: Qual a proposta de vocês se apresentarem neste evento?

Mirtes: Hoje nós não fizemos essa proposta especialmente para este evento a Companhia Artesão do Corpo é uma Companhia de repertório, o grupo já existe há 12 anos e essas performances fazem parte do repertório. Nós, do grupo, gostamos de apresentar essa intervenção Olhar Urbano, que foi a primeira que nós vestimos terno e roupa preta porque nós achamos que traduz o clima da nossa cidade, então como esse é um congresso que vem para os jornalistas de todos os cantos da Brasil e jornalistas internacionais é legal nós mostrarmos um pouco deste clima da metrópole porque ele é igual em qualquer país. Então, acho que isso é uma proposta que podemos levar sempre quando nós somos chamados para um evento, estas peças têm um significado de um mito brasileiro, pois na segunda intervenção estamos de amarelo, mas que o ¨cacete come¨ (sic.) porque agente apanha pra caramba.

Saiba mais:

Cia. Artesãos do Corpo/Dança-Teatro é uma companhia de dança-teatro orientada pelos princípios de Rudolf Laban e pesquisa não só uma linguagem estética, mas um oficio artístico que têm no corpo e na busca de um diálogo democrático entre diferentes artes (dança, teatro, artes plásticas, performance, musica, poesia), fontes de inspiração para a realização de seus espetáculos e projetos.

Criada em 1999 pela socióloga, bailarina e atriz Mirtes Calheiros, a companhia é formada por atores/bailarinos e pesquisadores de artes cênicas, com o objetivo de elaborar espetáculos que provoquem a sensibilidade e a consciência do espectador para temas sócio-culturais de interesse no mundo contemporâneo. Desde agosto de 2001 a companhia mantém no bairro de Santa Cecília em São Paulo o Estúdio Artesãos do Corpo, onde realiza seus ensaios e desenvolve sua pesquisa artística e seus projetos sócios culturais.

Evelyn Araripe é jornalista e educadora ambiental. Foi educomunicadora na Viração Educomunicação entre 2011 e 2014. Atualmente vive na Alemanha, onde é bolsista do programa German Chancellor Fellowship for tomorrow’s leaders e administra o blog Ela é Quente, que conta as histórias de vida de mulheres que estão ajudando a combater os efeitos das Mudanças Climáticas ao redor do mundo.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *