Adolescentes da Amazônia se reúnem para debater e reivindicar seus direitos

BELÉM – Um grupo de quase duzentos adolescentes dos nove Estados que compõem a região da Amazônia Legal se reúne entre os dias 8 e 12, na capital do Pará, Belém, para participar do Encontro Amazônico de Adolescentes e do Colóquio Amazônico de Adolescentes.

Ambos os eventos são iniciativas do Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes – CEDECA Emaús, em articulação com o Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) e o Governo do Estado do Pará, com o apoio da Celpa.

Durante os dias de atividades, os adolescentes participarão de uma série de debates sobre seus direitos e os desafios para sua garantia e vão produzir uma Carta de Princípios dos Adolescentes da Amazônia Legal, com uma série de reivindicações que vão da redução da taxa de homicídios entre adolescentes à garantia do direito à participação. O documento será entregue aos governos dos nove Estados.

A principal expectativa do adolescente Ocivaldo Cruz da Silva, 12, do Pará, é trocar conhecimentos e experiências com outros jovens. “Todo mundo aqui está aprendendo um com o outro. Eu espero que todos multipliquem para seus amigos, colegas e familiares, para que todos busquem soluções”, diz.

A assessoria de comunicação do Cedeca Emaús, Jaqueline Almeida, na mesma linha, acredita que promover o encontro entre os jovens da região é um dos principais aspectos da atividade. “Esse encontro não é só um evento, mas um momento de integração entre os jovens. É o primeiro passo para eles se mobilizem, se articulem e possam, de uma maneira organizada, exigir seus direitos e uma melhor qualidade de vida para sua geração”, avalia.

Da Agência Jovem de Notícias

 

 

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *