Ação e Potência das Juventudes Unidas

Ação e Potência das Juventudes Unidas, onde traremos um pouco sobre o que é a juventude legalmente constituída e importantes ações de impacto social de protagonismo juvenil na história.

Por Paula Aguiar

Para iniciar  essas palavras que têm como objetivo abordar a força da juventude unida, é necessário entender o que é a juventude. Certo? 

Bom, vira e mexe lidamos com algo relacionado aos jovens e seu espaço no mundo. É tão corriqueiro falarmos e recordamos sobre a infância e a juventude que fica muito difícil definir tais termos com uma simples frase; ou até mesmo com um enorme texto a respeito. 

O que, de certa forma, é verdade, está nas palavras do ilustre escritor Irlandês, Oscar Wilde, em seu livro O Retrato de Dorian Gray – a definição é uma forma de traçar limites. Sendo assim, que não nos limitemos. 

Ser jovem é sentir! Apenas sentir…

Porém, por questões legais, traça-se uma faixa etária para essa fase. De acordo com o Conselho Nacional da Juventude, em termos jurídicos, aquele que apresenta idade entre 15 e 29 anos é considerado jovem. Contudo, no mesmo documento, aborda-se a juventude como um estado de espírito, fazendo síntese daquilo que já foi dito aqui. Dessa forma, enxerga-se a grandeza do assunto:

somos uma multiplicidade de fatores, uma complexidade vibrante que dá suporte e força à ação social dos jovens na sociedade. 

Sob esse aspecto, é importante que lembremos do histórico de vitórias sociais da juventude, pois ele é grande e demonstra o quão é importante nos mantermos unidos. Em períodos como o da ditadura civil-militar no país, os jovens tomaram a linha de frente em várias manifestações com a União Nacional dos Estudantes (UNE).

Recentemente, o movimento #AdiaEnem, que tinha como objetivo adiar a data do Exame Nacional do Ensino Médio, pois o MEC estava relutante na decisão – mesmo com o cenário de crise sanitária – foi mais uma luta que entrou para a história do ativismo jovem no país.

O resultado, bom, foi positivo: nós conseguimos adiar o exame

Esses eventos demonstram a potência que há em nossa união. Somos fonte de atuação movidos por coragem, esperança, foco e vontade de mudar o mundo, de  ser voz, resistência… vontade de ser feliz. Enfim, esse é o nosso segredo: somos cheios de vontades, e basta descobrirmos que somos cheios de força para alterarmos o rumo da história.

Por isso, a importância de instigar adolescentes para movimentos sociais; e, mais que isso, de criar esses movimentos. Assim, tendo em vista todo esse poder de mudança que a união de jovens de Conselheiro Lafaiete – MG poderia acarretar para a região, surge o Lafamob, que é exemplo explícito da força da atuação juvenil, com casos como as reuniões mensais que reúnem inúmeros outros projetos (Arsenikos , Manifesto: Jovens Políticos , Permalafa , Slam Ativista) e dá força para a pauta de cada um.

Além disso, o projeto promove na cidade, juntamente com o Permalafa, a Rede Solidária, que visa mitigar os impactos sociais da pandemia do Covid-19.  O projeto consiste em ajudar o pequeno produtor e as famílias mais impactadas pela crise e tem ganhado força de outros projetos da região. 

Cada vez mais, outras inúmeras pessoas aderem a campanha – o que demonstra a força do protagonismo adolescente na sociedade. 

Observa-se, então, que a importância dessas ações vai além da faixa etária mais nova. Quando se observa um movimento juvenil, pode-se esperar que todas as estruturas sociais se movimentem com ele, pois as evoluções jovens não se atêm à idade.Dessa forma, caminhando em busca de melhorias para a sociedade, somos não só o futuro da nação, como previsto na música “Geração Coca-Cola”, da banda Legião Urbana, mas também o presente!

Acompanhe também a página do Coletivo Lafamob no Instagram.

Imagem destacada: Mídia Ninja

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *