A Juventude na 1ª Consocial- Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social


Por Alcebino Silva
Desembarquei em Brasília trazendo a esperança de um Brasil mais justo, ético e igualitário esperança esta de milhares de brasileiros, os quais estava representando.
Deixados nas etapas municipais, regionais e estadual que muito contribuirão para este processo tão importante do Brasil democrático que viveremos a partir de hoje, e que mostra também o avanço do Governo ao ouvir o que a sociedade pensa e deseja, sendo ela parte integrante no processo; discutido durante a 1ª Concosial- Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social, ocorrido entre os dias 17 e 20 de maio no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília-DF.
A Conferência possibilitou o debate, articulação, defesa e por fim a votação em torno das propostas trazidas das conferências estaduais, virtuais e livres.
Na abertura fizeram presentes, o ministro da Controladoria Geral da União, Sr º Jorge Hage Sobrinho que enfatizou que a 1ª Consocial é uma demanda da sociedade civil, sendo essa um marco histórico na vida pública nacional, o ministro em seu discurso lembrou a Lei de acesso à informação, que entrara em vigor em 02 dias e já computava 1600 pedidos de informação aos órgãos públicos. “A cultura de 500 anos de segredos e propriedades pessoais de servidores não será mudada em um dia, mas o dia 16 de maio é o primeiro dia de uma caminhada revolucionária. A partir de agora, a publicidade é regra e o segredo passa a ser exceção”, disse o ministro.
Aclamada pelo público presente a Diretora- Executiva da Associação Brasileira das Organizações não Governamentais (ABONG), que representava as entidades civil integrante da comissão organizadora da Consocial, Vera Masagão, reafirmou que a consocial é de iniciativa popular e a Conferência era algo  urgente. ” Vamos levantar as bandeiras de transparência e controle Social: Viva à democracia, viva a participação social”, enfatizava Vera.
Representando o ministro Gilberto Carvalho, o Secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República, Rogério Sottil. Estava presentes o ministro dos Transportes, paulo Sérgio Passos; presidente do Tribunal de Contas da união, Benjamim Zymler; subprocuradora-geral da República, Denise Vinci Túlio; e do vice-presidente de Negócios dos Correios, José Furian Filho.
Durante a conferência houverão diversos espaços culturais  e manifestações, dentre esses destaco o painel criativo, onde podiam manifestar-se através de desenhos, frases e deixar seu recado sobre a conferência, outro espaço muito concorrido foi a tribuna livre, essa muito questionada pelos que utilizaram desse espaço, pois na hora da plenária havia poucos delegados presentes.
No período da tarde, separados em 4 eixos que nortearam a conferência os delegados defenderam a permanência das propostas, as quais serão priorizadas através de um sistema eletrônico. A conferência foi a primeira de âmbito nacional a utilizar o sistema de priorização eletrônica. Após a votação definiu-se as 80 propostas/diretrizes prioritárias que subsidiarão a criação do Plano Nacional sobre Transparência e Controle Social.
Saio da conferência com a sensação de dever cumprido, e que eu  na posição de delegado pude contribuir com o plano nacional sobre transparência e controle social, indagando e colocando todas as questões discutidas na etapa da qual sai representando.
Sei que mais do que formular temos que cobrar e impulsionar o que virá pós-conferência, e esse não é só dever meu e sim, de todo cidadão.
Confira no link abaixo, as 80 propostas priorizadas e que nortearam o Plano Nacional de Transparência e Controle Social:
http://consocial.cgu.gov.br/noticias/definidas-as-80-propostas-para-o-plano-nacional-sobre-transparencia-e-controle-social/

bino
Militânte dos direitos da juventudes: LGBTT, Meio Ambiente, estágiario na Empresa Junior da Faculdade exercendo o cargo de Diretor de Marketing, trabalho no Projeto Guri- AAPG- Governo do Estado de São Paulo

Ver +

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *