A Década dos Oceanos (2021 – 2030)

Conservar os biomas oceânicos é fundamental para manter nosso planeta sustentável. Vamos ver como podemos atuar, mesmo que esse universo esteja um tanto distante de você?

Por Amanda da Cruz Costa

Olá meu sushi de tofu, brócolis e cenoura, turopooom?

No artigo de julho, quero te contar sobre um evento babadeiroooo que guiará as agendas e acordos internacionais durante os próximos anos: A Década dos Oceanos!

Tudo começou no final de 2017, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) fez um pronunciamento para anunciar que de 2021 até 2030 teremos a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, cujo objetivo é conscientizar a população global sobre a importância da sustentabilidade dos mares!

Todo esse rolê faz parte da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável (ODS), um acordo internacional que contou com a participação dos 193 Estados-membros da ONU, grupos empresariais e sociedade civil (ONGs, universidades e coletivos jovens). 
De acordo com o ODS 14 – Vida na Água, é necessário conservar e promover o uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

Reprodução Jovem CaisCais

Os oceanos têm um papel importantíssimo na manutenção da vida na Terra. Além de prover segurança alimentar, transporte, energia e turismo, os mares são essenciais no combate à crise do clima, pois regulam alguns serviços ecossistêmicos, como o ciclo do carbono, nitrogênio e a produção de oxigênio.

Você sabia que os oceanos representam, aproximadamente, U$3 trilhões da economia global por ano? Isso significa 5% do PIB do Planeta! (Fonte: Plataforma Agenda 2030)

Infelizmente, o universo marinho está em perigo! Cerca de 40% dos oceanos são frequentemente afetados pelas atividades humanas, como poluição, extração de recursos e pesca predatória, o que resulta em perda de habitat, introdução de espécies invasoras e desregulação da vida marinha.

Pesadíssimo, né? 🙁

A ONU viu a urgência do tema e resolveu agir! A Década dos Oceanos é um movimento intergovernamental que reúne diferentes atores para preservar a vida marinha e mobilizar diferentes atores engajados em construir um futuro sustentável.

Esse movimento é inovador: apesar de váaaaarias décadas temáticas já terem sido declaradas pela ONU, é a primeira vez que a ciência é utilizada como suporte, de acordo com o professor Ronaldo Christofoletti, coordenador do Programa Maré de Ciência, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Querido leitor,talvez o universo oceânico ainda seja algo distante para você, mas isso pode mudar😁! A Comissão Oceânica Intergovernamental (COI) da UNESCO elaborou um material on-line com diveeeeersas informações científicas e uma série de recursos e atividades sobre as funções do oceano, intitulado Cultura Oceânica para todos!

Capa do E-book

A ideia do e-book é ser um guia prático para que educadores de diferentes disciplinas trabalhem conteúdos de conscientização sobre conservação, restauração e uso sustentável do oceano.

Mas se você já está por dentro da temática, quero te fazer um convite especial: Que tal se tornar um mentor do Labjovens, um programa de mobilização da juventude brasileira contra a poluição das águas e o micro-plásticos? 🙂

Caso queira saber mais sobre o programa, dê uma olhadinha nesse artigo. Se curtir, inscreva-se no formulário para mentores 🙂 Esse programa é uma iniciativa lindona da Embaixada da França com várias organizações parceiras, como a própria Agência Jovem de Notícias.

Estamos chiquérrimos bb! Põem sua roupa de banho e mergulha!!!


Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *