Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/agenciajovem/public_html/wp/wp-includes/class-wp-post-type.php on line 526
Atos contra aumento da tarifa ganham força a cada dia – Agência Jovem de Notícias

Atos contra aumento da tarifa ganham força a cada dia

Pedro Neves, da Redação | Fotos: Catharina Obeid

Desde junho de 2013 manifestantes reivindicam o passe livre em ônibus e metrô na cidade de São Paulo. Na época, milhares de pessoas tomaram as ruas denunciando as tarifas abusivas. Agora em 2016 pouca coisa mudou, ou melhor, oitenta centavos mudaram. Com a passagem à R$3,80 pessoas voltaram a tomar as ruas. Desde o início de janeiro aconteceram quatro grandes Atos e hoje, dia 21, acontece o quinto.

O protesto de terça-feira teve concentração no cruzamento entre as avenidas Faria Lima e Rebouças, na zona oeste, para depois ser dividido em dois destinos: o Palácio dos Bandeirantes (zona oeste) e Prefeitura de São Paulo (centro). Segundo o Movimento Passe Livre, a divisão foi uma maneira de cobrar tanto o prefeito Fernando Haddad (PT) quanto o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Os dois últimos atos que aconteceram (dias 12 e 14 de janeiro) foram marcados pela repressão policial. O do dia 14 foi o mais ostensivo, onde policiais cercaram manifestantes na travessa da Av. Rebouças com a Av. Paulista. As pessoas que estavam nas ruas circularam vídeos da violência nas redes sociais.

Quarto Grande Ato Contra o Aumento da Tarifa

Desde a divulgação do reajuste das passagens de R$ 3,50 para R$ 3,80, em 30 de dezembro do ano passado, o MPL realizou quatro atos na capital paulista, nos dias 8, 12, 14 e 19 de janeiro. Segundo o movimento, os protestos reuniram, ao todo, 53 mil manifestantes. Já a Secretaria da Segurança Pública (SSP) contabilizou 7 mil participantes. A atuação da PM e dos manifestantes também variou durante os protestos.

Na manifestação de terça-feira, o policiamento foi menos ostensivo que nas anteriores. Não foram registradas ocorrências nas quatro passeatas. O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a Frente do Povo sem Medo realizaram outras duas manifestações contra o aumento das tarifas. Uma delas saiu das proximidades do metrô Capão Redondo, Zona Sul, e seguiu até o terminal de ônibus João Dias.

Na segunda, os manifestantes saíram do metrô Itaquera em caminhada pela Avenida Radial Leste, com destino à estação Guilhermina Esperança. De acordo com o MTST, esses protestos reuniram 7,5 mil e 5 mil pessoas, respectivamente.

Hoje acontece o quinto grande Ato contra o aumento da tarifa. O MPL organizou um evento e marcou encontro no Terminal Parque Dom Pedro, na Avenida do Estado, no Centro de São Paulo, às 17h.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *