#18deMaio: Flash mob na Paulista alerta sobre os casos de exploração sexual de crianças e adolescentes

Ação teve como base relatório que aponta possível aumento de casos de exploração sexual durante os grandes eventos esportivos 

Na semana de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Rede de Adolescentes e Jovens pelo Direito ao Esporte Seguro e Inclusivo (Rejupe-SP) realizou na avenida Paulista um flash mob para alertar sobre o risco de aumento dos casos de exploração sexual infantil durante os megaeventos esportivos.

O flash mob contou com a participação de jovens de inúmeras regiões de São Paulo, integrantes de projetos como Agência Jovem de Notícias, Quarto Mundo e Programa de Desenvolvimento de Área (PDA) Sampa Sul/MJPOP, e foi feito em dois momentos: no primeiro, os participantes representam a expectativa dos brasileiros pela aproximação dos eventos esportivos, enquanto no último ato houve um alerta sobre a necessidade de denúncia dos casos de exploração sexual infantil.

A ação teve o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), da Viração Educomunicação e do Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC).

Clique abaixo para assistir ao vídeo, feito pela produtora Querô Filmes, e compartilhe em suas redes sociais!

Clique aqui para ver a cobertura fotográfica feita pelo Promenino/Fundação Telefônica

Estudo

No ano passado, o estudo “Turismo e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes: um Estudo dos seus Fatores Determinantes” mapeou a relação entre o turismo de lazer e a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil. O documento, produzido pela John Snow Brasil Consultoria, mostrou que em Salvador (uma das cidades pesquisadas por ter alto fluxo de turistas) para cada 372 turistas internacionais, houve aumento de uma denúncia de exploração sexual de crianças. A análise foi feita entre 2008 e 2010.

Por conta da Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas, programados para acontecer no país a partir deste ano, especialistas e ativistas dos direitos humanos alertam para a possibilidade de aumento nos casos de exploração sexual infantil durante o período desses eventos. Em todo o Brasil, o serviço para denúncias, que pode ser feito anonimamente, é o Disque 100.

Sobre a Rejupe

A Rede de Adolescentes e Jovens pelo Direito ao Esporte seguro e Inclusivo (Rejupe) é um espaço de participação e integração formado por adolescentes brasileiros com o objetivo de proporcionar a troca de experiências entre adolescentes, jovens e grupos de participação cidadã para consolidar ações de defesa e promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo, para todas as crianças e adolescentes do Brasil, assim como iniciativas que incidam diretamente no planejamento e construção de um legado social positivo para os megaeventos esportivos.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *