10 filmes incríveis para estudar história

Se você acha que o único método de estudar é fritando os neurônios com livros e apostilas, calma! Temos uma boa notícia pra você.

Por Carol Rabbelo

É possível aprender muita coisa através de séries e filmes – mas você precisa manter seu foco e concentração, ok? Fazer anotações também vai te ajudar.

Esse tipo de conteúdo é menos exaustivo e te mostra de maneira clara e prática coisas que você viu na teoria. É tipo você viver aquilo ou aquela época que você só ouviu seu professor contar, sabe?

Além disso, você pode acessar de onde e quando quiser.

Então preparamos uma listinha com 10 filmes que trazem os conteúdos de História que mais caem no Enem pra você aprender se divertindo e também se emocionando.

Depois de assisti-los, você nunca mais vai errar nenhuma questão desses assuntos.

Já preparou a pipoca? A lista tá aqui embaixo, aproveite!

#1 Carlota Joaquina, princesa do Brasil (1995)

O filme conta a história de Carlota Joaquina (Marieta Severo), filha do rei da Espanha, Dom Carlos IV, que com apenas 10 anos teve um casamento arranjado com o príncipe de Portugal (Marco Nanini) e se decepcionou com seu futuro marido.

A narrativa fala do Brasil Colonial, quando a família real fugiu para o Brasil depois que Napoleão invadiu seu território. Com pitadas de humor e sátiras, você vai entender fácil o contexto dessa época.

#2 Mauá – O imperador e o Rei (1999)

Irineu Evangelista de Sousa (1813-1889), o Barão de Mauá, é considerado o primeiro grande empresário brasileiro. O gaúcho foi um visionário que iniciou os investimentos em ferrovias no país, o que modernizou nossa economia no século XIX.

Seu filme mostra como se deram esses acontecimentos e quais suas consequências no Brasil no Período Imperial. Além disso, ilustra também como era a escravidão aqui nessa época.

#3 Olga (2004)

Se você ainda não ouviu a história de Olga Benário Prestes (1908-1942) na escola, ainda vai ouvir e vai precisar conhecer todo o seu contexto pra entender o que foi a Ditadura Militar, o Nazismo e a Era Vargas.

O filme conta a história emocionante de Olga (Camila Morgado), que, em resumo, foi uma mulher revolucionária: uma comunista alemã e de origem judaica que veio ao Brasil durante a era Vargas cumprir uma missão pelo Partido Comunista.

Ela se apaixona por Luís Carlos Prestes (Caco Ciocler), de quem engravida. Entretanto, eles são encontrados e ela é deportada para o regime nazista.

#4 300 (2007)

Esse filme vai te transportar diretamente para a Grécia Antiga. Ele conta a história do Rei Leônidas, nascido na antiga cidade-estado Esparta, e também mostra como era a Grécia naquela época: hábitos, criação, ideias e a educação dos espartanos, nomeada Agogê.

Em 460a.C, Leônidas liderou seus 300 guerreiros numa batalha contra Xerxes, rei da Pérsia, que tinha  um grande exército de soldados. O rei Leônidas inspira toda a Grécia a se unir contra um inimigo comum.

#5 Joanna D’Arc (2019)

Joanna D’Arc foi uma francesa de origem camponesa que liderou as lutas contra os ingleses durante a Guerra dos 100 Anos (1337-1453). Joanna dizia ter sido instruída por Deus em todos os seus combates e vitórias, e posteriormente, é acusada de bruxaria e detida.

O filme mostra todo o contexto da Idade Média e Feudalismo: as Cruzadas; a Peste Negra e suas consequências junto com as guerras – muita fome e devastação.

Tudo isso afetou não só o feudalismo decadente, mas também o capitalismo que estava prestes a emergir, pois limitava o consumo que era essencial par a nova economia.

#6 Manhã Cinzenta (1968)

Manhã Cinzenta é uma obra muito peculiar dentro e fora da tela. Ela retrata a época da Ditadura Militar de uma maneira um pouco diferente: é um documentário que mistura poesia, alegoria e até mesmo ficção científica.

O curta é baseado no conto homônimo de Olney São Paulo e fala sobre as repressões vividas na época ditatorial com cenas inéditas de protestos em 1968, além de contar a história de um casal de estudantes indo para um protesto onde são presos e depois torturados.

Bem, a parte mais bizarra veio depois, em 1969, quando a obra foi exibida justamente durante o sequestro de um voo pelo MR-8, o Movimento Revolucionário Oito de Outubro. Esse acontecimento levou o cineasta à prisão e à tortura, apesar dele não ter nenhuma ligação com o fato.

#7 As Sufragistas (2015)

Movimentos sociais sempre vão cair no Enem, é regra. Então você precisa conhecê-los ao máximo.

Um deles que é muito importante, e que vem sido abordado em todos os vestibulares, é o feminismo. E um filme que retrata bem esse movimento é “As Sufragistas”, pois conta o início da luta, no século XX, e seus métodos incomuns de batalha: desde quando as mulheres resistiam às opressões e violência policial passivamente, até começarem a se rebelar publicamente.

Com esse filme você vai entender as angústias, as dores e todos os desafios que as mulheres passaram – e ainda passam – na luta pela igualdade.

#8 1942: A conquista do Paraíso (1992)

Esse filme tem como cenário a Idade Moderna e mostra a ocupação da América pelos espanhóis, a colonização do índio e a perseguição da igreja contra aqueles que discordavam de suas crenças.

Ele conta a história de Cristóvão Colombo: sua trajetória para provar que poderia chegar à Índia pelo ocidente e conquistar o financiamento da coroa para conseguir mostrar que suas teorias eram verdadeiras, e nesse processo, as perseguições das inquisições contra os hereges.

Por fim, ele esbarra no nosso continente, onde posteriormente acontece a colonização – e aqui estamos nós.

#9 Tempos Modernos (1936)

O clássico “Tempos Modernos” de Charles Chaplin já tem quase 100 anos e ainda é muito importante quando falamos de Revolução Industrial, que foi o conjunto de mudanças que ocorreram nos séculos XVIII e XIX na Europa, quando as máquinas a vapor começaram a substituir o trabalho artesanal dos homens.

E o que a obra mostra é exatamente isso: a mecanização das atividades dos trabalhadores e a ganância dos donos dos meios de produção que colocam o lucro acima da saúde e bem-estar dos operários.

Prova disso é que o personagem principal, Carlitos (interpretado por Chaplin e marca registrada do artista), acaba sendo “engolido” por uma máquina e vai parar dentro de suas engrenagens. Depois disso, ele tem uma crise nervosa e é despedido.

Por fim, ele se junta a um protesto que estava acontecendo na rua e acaba preso, o que demonstra a repressão aos movimentos sociais.

#10 Revolução em Paris (2018)

Em 1789, num sistema absolutista que deixava o povo na miséria enquanto o clero e a nobreza viviam luxuosamente, homens e mulheres lutaram para revolucionar o sistema politica e socialmente.

Com esse filme você vai ter uma aula completa sobre a Revolução Francesa que se espalhou pela Europa e derrubou o rei Luís XVI, entre outros fatos históricos, e que faz emergir a República.

Se você chegou aqui, você está a 10 filmes de distância pra virar um expert em História.

Curtiu? Conta aqui nos comentários e compartilha com seus amigos que vão gostar das sugestões também.

Bons estudos!

Este texto foi publicado originalmente no Blog da Elune.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *