“Tecendo 30 anos de feminismo” nas bibliotecas

Painel coletivo, bordado por 20 mulheres, será apresentado

Em 2011, a União de Mulheres de São Paulo celebrou 30 anos de luta. Uma das mais importantes organizações de toda América Latina, possui um grande acervo documental, composto por fotos, cartazes, agendas e pinturas. A memória de militantes, como a artista plástica Maria Gorete Mendonça e a arquiteta Therezinha Gonzaga também servem de matéria-prima para ações políticas e culturais.

A partir de desenhos feitos pelas duas mulheres, um painel coletivo, bordado por 20 mulheres, foi criado, retratando a história do feminismo no Brasil. De 1º a 14 de março, estará exposto na Biblioteca Pública Érico Veríssimo. De 19 a 31 de março, será a vez da Biblioteca Pública Belmonte receber o painel.

A exposição “Tecendo 30 anos de feminismo” teve as atividades coordenadas pela socióloga Valdirene Gomes. As exposições têm entrada Catraca Livre.

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *