¿Aun no comprendes que va a pasar en Río+20? ¡Aquí te lo explicamos! (En español – in italiano – em portugês)

Por Verónica Cipolatti

Rio + 20 es la tercera Conferencia Internacional sobre Desarrollo Sustentable, es decir sobre desarrollo que incluya en conjunto las variables de ambiente, sociedad y economía. Se desarrolló la primera en el 92 y la segunda en 2002, de allí la denominación popular de RIO + 20: se conmemoran 20 años de la primera conferencia.

En esta conferencia, los Estados participan para decidir las prioridades en ambiente, desarrollo económico y problemas sociales por los próximos 20 años, finalizando el próximo 22 de junio, con una declaración política y un plan de acción que los países firmarán como compromisos con la agenda de desarrollo.  Pero,  ¿Cómo llegamos al 22 de junio? ¿Quiénes son los protagonistas? ¿Qué está pasando en Río? ¡¡¡Aquí te lo explicamos!!!

 

¿Cómo llegamos al 22 de junio?

En reuniones previas desde el año 2011, conocidas como “Prepcoms” los Estados miembros de Naciones Unidas y organizaciones que representan a los diferentes sectores de la sociedad, conocidos como “Grupos Principales”, negociaron para definir la agenda a tratar en Río y comenzar a construir el documento final que, se espera, los países firmaran en Río.

En cuanto a la agenda a tratar, se acordó negociar y llegar a compromisos de acción en dos temas: Economía verde en un contexto de erradicación de la Pobreza y generar un Marco Institucional de Desarrollo Sostenible. En base a estos dos temas, comenzó el proceso de construcción del documento conocido como “Zero Draft” o “The future we want”(el futuro que queremos), el cual se definirá y firmará del 20 al 22 de junio en Río de Janeiro.

Para leer la última versión del Zero Draft: http://uncsd2012.org/mgzerodraft.html

 

¿Quiénes son los Protagonistas?

Dentro del Sistema de Naciones Unidas, no sólo los países participan en la construcción de las declaraciones y planes de acción. Las organizaciones de sociedad civil participan activamente a través de espacios de intervención que Naciones Unidas les asigna en las negociaciones previas y formales (en este caso de Río+20). Estas intervenciones son discursos en donde brindan su punto de vista sobre lo que el documento final debería abordar y cómo hacerlo. Si bien no tienen voto (no pueden aceptar o rechazar el documento final), si pueden recomendar a los países, es decir, tienen voz y por lo tanto la posibilidad de incidir sobre las decisiones.

Esta importante participación la realizan a través de 9 grupos que representan los diferentes sectores. Ellos se denominan “Grupos Principales” (Mayor Groups) y son los siguientes:

1)  Mujeres

2)  Jóvenes y Niños

3)  Comunidades Aborígenes

4)  Comunidad Científica y Tecnológica

5)  Campesinos

6)  Autoridades Locales

7)  Organizaciones No gubernamentales

8)  Industrias y Negocios

9)  Trabajadores y Sindicatos

 

¿Qué está pasando en Río de Janeiro?

Rio +20 se aborda desde diversos espacios que organiza tanto Naciones Unidas, como Organizaciones de sociedad civil. Para saber que va a estar pasando en simultáneo en todo Río, debes tener en cuenta tres importantes procesos:

1)  Negociación oficial de Rio+20 en el marco de Naciones Unidas: Dentro del espacio de la conferencia oficial de las Naciones Unidas, los participantes podrán influir en tres espacios:

  1. Prepcom (del 13-15 de junio): es la última conferencia preparatoria. Aquí es donde los grupos principales pueden influir sobre el contenido del Zero Draft a través de las intervenciones y los Estados pueden resolver los desacuerdos que persistan sobre los temas de agenda, añadiéndolos al documento.
  2. Side Events de la Sociedad Civil (del 13-19 de junio): las organizaciones que participan de este evento oficial de Naciones Unidas, cuentan con espacios para realizar sus propios talleres, presentaciones, paneles, capacitaciones y discusiones sobre temas de su interés. Estas discusiones permiten crear verdaderas agendas de acción y sinergias entre los participantes, independientemente del resultado final del proceso oficial.
  3. Conferencia de Naciones Unidas sobre Desarrollo Sustentable: Rio+20 (del 20 al 22 de junio): Cumbre oficial donde más de 170 países (110 representados por sus presidentes) finalizarán y firmarán el documento The Future we Want.

10)       

2)  Cumbre de los Pueblos (del 15 al 23 de junio): En esta cumbre  se reúnen representantes de organizaciones y movimientos sociales de todo el mundo que se cuestionan los resultados de los eventos oficiales en el marco de Naciones Unidas. Esta cumbre cuenta con la participación de grandes personalidades políticas y artísticas y de todos los sectores de la sociedad civil. Los resultados de los diversos paneles y diálogos no sólo se comunican a Naciones Unidas como aportes al proceso oficial, sinó también se traducen en planes de acción para promover el Desarrollo Sustentable.

 

3)  Otros eventos en la ciudad: la Cumbre de Rio+20, al reunir a organizaciones y grupos de todas partes del mundo que trabajan en agendas vinculadas al Desarrollo Sustentable, brinda la oportunidad de realizar diversos Foros y eventos donde se pueda capacitar y/o generar líneas de acción entre los actores presentes. Este es el caso del Foro de Emprendedores, Rio+Social, entre otros grandes eventos.

Mantente al día! Síguenos en:

Web: www.agenciajovem.org e www.riomasvos.org

Facebook: agenciajovem, riomasvos, riomaisvoce, riopiutu, agenziagiovanilerio

Twitter:

Es: #agenciajovenrio

En: #rioyouthagency

Fr: #agencejeunerio

Pr: #agenciajovemrio

***

Em italiano

Ancora non comprendi che sta succedendo a Rio+20? Qui te lo spiegamo!

Rio + 20 è la la terza Conferenza Internazionale sullo Sviluppo Sostenibile, ovvero su uno sviluppo che tenga conto delle variabili ambientale, sociale e economica. La prima conferenza si tenne nel ’92 e la seconda nel 2002, da qui la denominazione popolare di RIO+20: si commemorano i 20 anni dalla prima conferenza.

Durante questa conferenza gli Stati partecipano per decidere le priorità su ambiente, sviluppo economico e problemi sociali per i prossimi 20 anni, terminando il prossimo 22 di Giugno, con una dichiarazione politica e un piano di azione che i Paesi firmeranno  come compromesso con l’agenda dello sviluppo. Come si é arrivati al 22 di Giugno? Chi sono i protagonisti? Che sta succedendo a Rio in questi giorni? Risponderemo a queste tue domande!

Come si arriva al 22 di Giugno?

Attraverso varie riunioni preparatorie a partire dal 2012, conosciute col nome di “Prepcoms”, gli Stati membri delle Nazioni Unite e organizzazioni che rappresentano i differenti settori della società civile, conosciuti come “Major Groups” (Gruppi Maggiori), hanno negoziato per definire l’agenda da trattare a Rio e cominciare a costruire il documento finale che, si spera, i vari Paesi firmeranno.

Rispetto all’agenda da trattare, si è deciso di negoziare e arrivare a compromessi di azione su due temi principali:

  1. 1.      Il passaggio a un’economia verde nell’ambito di un’economia sostenibile e della lotta contro la povertà
  2. 2.      Le condizioni quadro istituzionali per uno sviluppo sostenibile, sintetizzate nel termine di governance

In base a questi due temi, è cominciato il processo di creazione del documento conosciuto come “Zero Draft” o “The Future we want”, il quale si definirà e firmerà dal 20 al 22 di Giugno a Rio de Janeiro.

Per leggere l’ultima versione del “Zero Draft”: http://uncsd2012.org/mgzerodraft.html

Chi sono i Protagonisti?

All’interno del Sistema delle Nazioni Unite non soltanto i Paesi partecipano alla costruzione delle dichiarazioni e dei piani d’azione. Le organizzazioni della società civile partecipano attivamente attraverso spazi di intervento che le Nazioni Unite le assegna nelle negoziazioni preparatorie e formali (in questo caso Rio+20). Questi interventi sono dibattuti all’interno di conferenze nelle quali emerge il loro punto di vista sulle tematiche principali e gli obbiettivi che il documento finale dovrebbe trattare.

Anche se non hanno potere di voto (non possono accettare o rifiutare il documento), hanno però la possibilità di suggerire (recomendar) ai Paesi: hanno voce e spazio e pertanto la possibilità di incidere sulle decisioni.

Questa importante partecipazione viene realizzata attraverso 9 gruppi che rappresentano i differenti settori. Questi si definiscono “Major Group” (Gruppi Maggiori) e sono i seguenti:

  • Donne
  • Giovani e Bambini
  • Comunità Indigene
  • Comunità Scientifica e Tecnologica
  • Contadini
  • Autorità Locali
  • Organizzazioni Non Governative
  • Industria e Commercio
  • Lavoratori e Sindacati

Cosa sta succedendo a Rio de Janeiro?

Rio+20 è formato da diversi spazi, organizzati sia dalle Nazioni Unite che dalla società civile organizzata. per comprendere quello che sta succedendo simultaneamente in tutta Rio de Janeiro, si deve fare attenzione a tre importanti processi:

1) La negoziazione ufficile di Rio+20 nella cornice delle Nazioni Unite: dentro lo spazio della Conferenza ufficiale delle Nazioni Unite gli attori potranno partecipare a tre eventi:

– Prepcom (13-15 giugno): l’ultima conferenza preparatoria. Qui i gruppi principali potranno approfondire le tematiche del “Zero Draft” attraverso gli interventi e gli Stati possono risolvere i punti in disaccordo che persistono sui temi dell’agenda, aggiungendoli al documento.

– Side Events della società organizzata (13-19 giugno): le organizzazioni che partecipano a questi eventi ufficiali delle Nazioni Unite hanno a disposizione degli spazi per realizzare i propri incontri, presentazioni, tavole rotonde e discussioni sul tema di loro interesse. Queste discussioni permettono di creare vere agende di azione e sinergia tra i partecipanti, indipendentemente dal risultato finale del processo ufficiale.

– Conferenza sullo Sviluppo Sostenibile delle Nazioni Unite; Rio+20 (20-22 giungo): Summit ufficiale dove più di 170 paesi (110 rappresentati dai loro Presidenti) concluderanno e firmeranno il documento “The Future We Want”.

2) Summit dei Popoli (15-23 giugno): in questo Summit si riuniscono i rappresentanti delle organizzazioni e dei movimenti sociali di tutto il mondo e si discuterà sui risultati degli eventi ufficiali delle Nazioni Unite. In questo Summit interverranno politici ed artisti di calibro internazionale e tutti i settori della società civile. I risultati dei diversi dibattiti non solo verranno comunicati alle Nazioni Unite come appoggio al processo ufficiale, ma verranno anche tradotti in piani d’azione per incentivare lo Sviluppo Sostenibile.

3) Altri eventi in città: la Conferenza Rio+20, riuniendo organizzazioni e gruppi di tutte le parti del mondo che lavorano per dei progetti vincolati allo sviluppo sostenibile, ha anche l’opportunità di realizzare diversi Forum ed eventi, dove si possono creare delle linee guida e di collegamento tra i partecipanti. Questo è il caso del Forum degli Imprenditori, Rio+Social e molti altri eventi.

Resta aggiornato!

Seguici su:

Web: www.agenciajovem.org e www.riomasvos.org

Facebook: agenciajovem, riomasvos, riomaisvoce, riopiutu, agenziagiovanilerio

Twitter:

Es: #agenciajovenrio

En: #rioyouthagency

Fr: #agencejeunerio

Pr: #agenciajovemrio

***

Em Português

Ainda não entende o que vai acontecer na Rio+20? Nós te explicamos!

Rio+20 é a terceira Conferência Internacional para o Desenvolvimento Sustentável, ou seja, sobre desenvolvimento que inclua o conjunto de variáveis ambientais, sociais e econômicas. A primeira aconteceu em 1992 e a segunda em 2002, por isso a denominação popular Rio+20: se comemoram 20 anos da primeira conferência.

Nesta Conferência, os Estados participam para decidir as prioridades do meio ambiente, desenvolvimento econômico e problemas sociais para os próximos 20 anos, que finaliza dia 22 de junho, com uma declaração política e um plano de ação que os países assinarão como compromisso com a agenda de desenvolvimento. Mas, como chegamos ao 22 de junho? Quem são os protagonistas? O que está acontecendo no Rio? Aqui te explicamos!

Como chegamos ao 22 de junho?

Em reuniões prévias desde o ano 2011, conhecidas como “Prepcoms”, os Estados-Membro das Nações Unidas e organizações que representam os diferentes setores da sociedade, conhecidos como Major Groups (Grupos Principais) negociaram para definir a agenda que se trabalhará no Rio e começar a construir o documento final que, se espera, os países assinarão.

Com relação à agenda a trabalhar, foi acordado negociar e chegar a compromissos de ação em dois temas: Economia verde num contexto de erradicação da pobreza e gerar um Marco institucional de desenvolvimento sustentável. Com base nesses dois temas, começou o processo de construção do documento conhecido como “Zero Draft” (rascunho zero) ou “The future we want” (o futuro que queremos), que se definirá e assinará dos dias 20 a 22 de junho no Rio de Janeiro.

Para ler a última versão do Zero Draft: http://uncsd2012.org/mgzerodraft.html

Quem são os protagonistas?

Dentro do Sistema das Nações Unidas, não só os países participam da construção das declarações e planos de ação. As organizações da sociedade civil participam ativamente através de espaços de intervenção atribuídos pela ONU nas negociações prévias e formais (neste caso da Rio+20). Estas intervenções são discursos onde compartilham seus pontos de vista sobre o que o documento final deveria abordar e como fazer. Se não tem voto (não podem aceitar ou devolver), podem recomendar aos países, quer dizer, têm voz e, portanto a possibilidade de incidir sobre as decisões.

Esta importante participação se realiza através de 9 grupos que representam os diferentes setores, que se denominam Major Groups. São eles:

 

1)      Mulheres

2)      Jovens e Crianças

3)      Comunidades Indígenas

4)      Comunidade Científica e Tecnológica

5)      Camponeses

6)      Autoridades Locais

7)      Organizações não Governamentais

8)      Indústrias e Negócios

9)      Trabalhadores e Sindicatos

 

 

O que está acontecendo no Rio de Janeiro?

Rio+20 é organizada desde diversos espaços das Nações Unidas tanto como Organizações da Sociedade Civil. Para saber o que estará acontecendo simultaneamente no Rio, é importante  saber 3 processos.

1)      Negociação oficial da Rio+20 – Nações Unidas: Dentro do espaço da Conferência Oficial da ONU, os participantes poderão influenciar em 3 oportunidades:

  1. Prepcom (13 a 15 de junho): é a última conferência preparatória. Aqui é onde os grupos principais podem interferir sobre o conteúdo do Zero Draft através das intervenções e os Estados podem resolver os desacordos existentes sobre os temas de agenda, adicionando ao documento.
  2. Side Events da Sociedade Civil (13 a 19 de junho): as organizações que participam deste evento oficial da ONU, contam com espaços para realizar suas próprias oficinas, apresentações, painéis, capacitações e discussões sobre os temas de seus interesses. Estas discussões permitem criar verdadeiras agendas de ação e sinergia entre os participantes, independentemente do resultado final do processo oficial.
  3. Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável: Rio+20 (20 a 22 de junho): Reunião oficial onde mais de 170 países (110 representados pelos seus presidentes) finalizarão e assinarão o documento “O futuro que queremos”.

2)      Cúpula dos Povos (13 a 22 de junho): Na cúpula se reúnem representantes de organizações e movimentos sociais do mundo inteiro que se questionam os resultados dos eventos oficiais da ONU. A cúpula conta com a participação de grandes personalidades políticas e artísticas de todos os setores da sociedade civil. Os resultados de diversos painéis e diálogos se comunicam às Nações Unidas como aporte ao processo final e se transformam em planos de ação para promover o desenvolvimento sustentável.

3)      Outros eventos na cidade: a Rio+20, ao reunir organizações e grupos de todas as partes do mundo que trabalham em agendas relacionadas ao desenvolvimento sustentável, oferece a oportunidade de realizar diversos fórums e eventos onde se pode capacitar e/ou gerar linhas de ações entre os atores presentes. É o caso do Fórum de Empreendorismo Social, Rio+Social, entre outros.

Fique ao dia! Siga-nos em:

Webwww.agenciajovem.org e www.riomasvos.org

Facebook: agenciajovem, riomasvos, riomaisvoce, riopiutu, agenziagiovanilerio

Twitter:

Es: #agenciajovenrio

En: #rioyouthagency

Fr: #agencejeunerio

Pr: #agenciajovemrio

 

Ver +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *